Inspirada em aventuras reais, Hangar 33 cria moda com significado

  • 04/03/2024
(Foto: Reprodução)
Marca catarinense que pertence a indústria têxtil Lunelli conquista o Brasil com sua autenticidade Dedicada ao universo da aviação, da aventura e da adrenalina, a marca de moda masculina Hangar 33, pertencente à indústria têxtil catarinense Lunelli, tem ganhado destaque de norte a sul do país pela sua autenticidade. É uma marca diferenciada, que cativa verdadeiramente os entusiastas, porque se inspira na vida real. Criada pelo empresário e piloto Dênis Luiz Lunelli, atual presidente do Conselho Consultivo da Lunelli, a grife celebra a paixão pela liberdade, a partir do ponto de vista de desbravadores de aventuras reais. A Hangar 33 surgiu para transmitir, por meio de coleções de moda, toda a essência deste incomparável estilo de vida. Comprometida a vestir conquistas, desafios, ação e emoção, desde seu lançamento, em 2013, a grife desenvolve peças que remetem ao fascínio por “fontes de adrenalina” - em especial, pelas experiências que “tiram os pés do chão”: da aviação clássica à contemporânea, até inusitadas modalidades de esportes radicais e da alta velocidade. A marca se comunica com todo o público que preza pelo ideal de superar limites físicos e mentais sob o desafio de viver intensamente, em busca da maior liberdade possível. Em sua origem, o nome "Hangar 33" veio ao encontro dos movimentos do seu idealizador na área da aviação, à época, quando tinha 33 anos. Ele havia embarcado em uma emocionante aventura a bordo de um helicóptero Robinson R66, carinhosamente chamado de "Black Bird". Como piloto, protagonizou uma viagem aérea de sete dias que percorreu os céus das Américas, voando a partir de Fort Lauderdale, nos EUA, até Macapá, no Brasil. “A Hangar 33 foi idealizada para celebrar a aviação, a aventura e a adrenalina, nosso diferencial vem justamente dessa inspiração em experiências reais, que são transmitidas em todos os detalhes de nossas coleções”, reforça Dênis Luiz Lunelli. Conforme o seu DNA criativo, a marca busca vestir o homem em diversas ocasiões ao longo do dia, seja em situações sociais, momentos de descontração ou em aventuras intensas. Do trabalho ao lazer, a intenção da Hangar 33 é oferecer conforto e muita personalidade, sempre alinhando o seu conceito singular às principais tendências da moda masculina. Desde o desenvolvimento das estampas à modelagem das roupas, passando pelas cores e por toda praticidade conferida aos produtos, este diferencial da Hangar 33 é visto até mesmo em minúcias como etiquetas, tags e catálogos. A exemplo disso, a marca desenvolveu um camuflado próprio, que simula figuras estilizadas de aeronaves, para destacar ainda mais informação exclusiva em suas criações. Para os entusiastas da adrenalina, o padrão camuflado é mais do que um mero desenho: é um símbolo genuíno que personifica bravura, comprometimento e espírito de equipe. A padronagem, usada com versatilidade em T-shirts, jaquetas, camisas e bermudas, foi inclusive registrada na Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro, sendo uma referência original da Hangar 33. Reconhecida por atuar com nomes influentes no mercado fashion e do design nacional, a grife conta atualmente com o renomado ator global Rodrigo Lombardi como seu embaixador. Em janeiro deste ano, Lombardi participou das gravações em vídeo e de uma sessão de fotos exclusivas para a coleção de Primavera 24, marcando sua terceira colaboração com a marca. A presença carismática do ator promete conferir prestígio e credibilidade à próxima coleção, que ainda não teve o nome revelado. Durante uma sessão realizada em um hangar, o ator, conhecido por papeis centrais em produções televisivas e cinematográficas, trouxe uma experiência visual envolvente e memorável à produção, espelhando a qualidade das peças. Prevista para chegar às lojas em julho, a nova linha de produtos promete causar um impacto positivo no mercado, com peças que dão ênfase à praticidade e elegância. Sob uma excelente estratégia de branding, que envolve toda a sua identidade, a Hangar 33 se posiciona muito além de uma marca de vestuário no mercado consumidor brasileiro. A grife transcende o cotidiano da moda para inspirar fãs, assinando ações inovadoras de lifestyle e apoiando grandes eventos que celebram ícones e experiências, como Aviashow, Campeonato Nacional de Acrobacias Aéreas e Domingo Aéreo. Esta postura colaborativa inclusive rendeu ao idealizador da Hangar 33, Dênis Luiz Lunelli, o título de “Fumaça Honorário” confiado pelo Esquadrão de Demonstração Aérea da Força Aérea Brasileira, a famosa "Esquadrilha da Fumaça". Lunelli recebeu a honraria em 2023, durante o aniversário de 71 anos do grupo, sendo a 68ª pessoa já homenageada. O título existe sob o propósito de tornar público o reconhecimento a entusiastas que, de forma amiga, desinteressada e honesta, contribuem para o sucesso do cumprimento da missão da Esquadrilha. Outro exemplo recente do envolvimento da marca na celebração de histórias significativas, ainda no ano passado, quando foi celebrado o 150º aniversário de Alberto Santos Dumont, a Hangar 33 se dedicou a inúmeras homenagens ao chamado “Pai da Aviação”. Uma coleção cápsula exclusiva foi lançada em reverência ao inventor, denominada Santos Dumont Collection. A linha de high fashion incorporou o repertório clássico do pioneiro, adicionando um toque de modernidade em trajes completos de alfaiataria, numa abordagem sofisticada que representou a fusão entre a estética contemporânea e a nobreza do passado. Em parceria com instituições oficiais, a Hangar 33 apoiou ainda uma programação em tributo ao heroi nacional. A marca emprestou uma réplica do avião Demoiselle, integrado ao seu acervo próprio de 16 aeronaves, para levar mais sobre a história e legado do inventor até o público. Cerca de 60 mil pessoas testemunharam o voo do modelo, datado de 1907 e considerado uma das mais memoráveis criações de Santos Dumont, durante o evento Portões Abertos, realizado no Rio de Janeiro pelo Museu Aeroespacial (MUSAL) da Força Aérea Brasileira (FAB). A réplica também marcou presença em uma solenidade oficial da FAB, em Brasília. A articulação rendeu ainda a organização de uma exposição cultural inédita, que levou pela primeira vez itens pessoais de Santos Dumont - como o colarinho original usado por ele, réplicas do escrínio e do icônico chapéu do aviador - até Santa Catarina, o estado natal da marca. A exposição foi apresentada no Espaço Hangar 33, instalado na cidade de Jaraguá do Sul, local que abriga a primeira operação de varejo própria da grife. Embora presente em mais de três mil lojas multimarcas pelo país, é nesta loja conceito, na região norte catarinense, que o universo da Hangar 33 se encontra materializado. O ambiente conta com um projeto arquitetônico todo inspirado em um hangar, com direito a acabamento com chapas rebitadas nas paredes e décor arrojado, reunindo referências modernas do estilo industrial. Os clientes encontram nas prateleiras um mix de produtos que vai de calças jeans a camisetas, passando pela linha de camisaria - além de se depararem no complexo comercial com opções de gastronomia, lazer e serviços, aliando as compras, mais uma vez, à ideia de experiência. Um espaço feito para resumir o conceito autêntico, capturando integralmente a essência atemporal e elegante da marca, criada para consagrar estilo, aventura e exclusividade. Com muitos bons ventos pela frente, a marca segue como aposta da Lunelli no segmento da moda masculina no país. Atuando como indústria, varejo e franquia de moda, a Lunelli é detentora de outras sete marcas: Lunelli Malhas (comercialização de malhas e tecidos), Lez a Lez (moda e cultura urban beach, presente em edições da São Paulo Fashion Week), Lunender (moda feminina), Alakazoo (moda infantil), Fico (surfwear), Graphene (moda fitness) e Vila-Flor (moda feminina de valor), que fazem parte das vidas de 20 mil clientes das lojas multimarcas parceiras, nos seus e-commerces e em 37 lojas entre franqueadas e próprias pelo país. A empresa conta atualmente com cerca de cinco mil colaboradores diretos e 2.500 indiretos, alocados em 14 unidades instaladas em Santa Catarina (Jaraguá do Sul, Guaramirim, Corupá, Luiz Alves, Massaranduba e Barra Velha), São Paulo (Avaré), Ceará (Maracanaú) e no Paraguai (Minga Guazú), que produzem juntas mais de 15 mil toneladas de malhas e 23 milhões de peças ao ano, rendendo um faturamento superior a R$ 1,5 bilhão. Saiba mais sobre a Lunelli no site

FONTE: https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/especial-publicitario/grupo-lunelli/noticia/2024/03/04/inspirada-em-aventuras-reais-hangar-33-cria-moda-com-significado.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Anunciantes