Dubai Brasileira? Por que Balneário Camboriú ganhou o apelido?

  • 04/03/2024
(Foto: Reprodução)
Construção de arranha-céus traz semelhança entre o município do litoral catarinense e a maior cidade dos Emirados Árabes Unidos Com os maiores prédios do país, o município de Balneário Camboriú é destaque quando se fala em robustez de sua arquitetura – e o que motivou o apelido de Dubai Brasileira, segundo entidades representativas do município e historiadores que tratam do assunto. Os maiores edifícios começaram a ser construídos há cerca de 15 anos, trazendo, com as obras, o apelido que perdurou até hoje. A cidade possui sete dos 10 arranha-céus residenciais mais altos do país, de acordo com o ranking internacional The Skyscraper City, além do maior residencial da América Latina, chancelado pelo CTBUH. A badalação em torno dessa comparação atrai investidores nacionais e internacionais, incluindo a família do jogador de futebol Cristiano Ronaldo. A altura dos edifícios, que aumentou a sombra na Praia Central, até motivou o alargamento da faixa de areia pela prefeitura. A analogia tende a ser utilizada na imprensa, mas o slogan trouxe o município não somente para os jornais locais, mas também a nível nacional e global, que apresentam as curiosidades e semelhanças dos arranjos arquitetônicos do município do litoral catarinense com a maior cidade dos Emirados Árabes Unidos. Um dos primeiros edifícios residenciais do município, que data de 1959, Eliane, tinha apenas quatro andares. O Hotel Fischer, outro exemplo, foi inaugurado em 1957 com apenas quatro pavimentos. Desde lá, o cenário mudou, e muito. Com a emancipação do município na década de 1960, era preciso abrigar um maior número de moradores e de visitantes. As construções de prédios com muitos andares são motivadas, entre outros fatores, pelo turismo em ascensão em torno do tema, o tamanho limitado da cidade e a robustez do mercado imobiliário local, percebidos como uma opção de investimento para a alta renda, visto que muitos dos empreendimentos são milionários. A paisagem, com altos prédios, roda gigante ao fundo e uma faixa de areia extensa, com estrutura completa de passarelas, bares e restaurantes ao redor da Praia Central, impulsiona o apelo turístico de Balneário Camboriú, que teve um aumento de cerca de 25% nos turistas nesta temporada de verão. As imagens nas redes sociais, com prédios luxuosos, pontos ‘instagramáveis’, baladas populares e carros de marcas famosas e diferenciadas na orla, atraem quem busca viver ou desfrutar momentaneamente de um cenário bem diferente do habitual. A Rua Torta, além da roda gigante mais alta da América Latina, são pontos turísticos que trazem uma atmosfera de exclusividade. Inspiração em arranha-céus de destaque Enquanto no período anterior, a região era mais voltada para edifícios de veraneio, nos anos 1990 e 2000, os prédios de alto padrão começaram a ser difundidos, e as grandes construtoras e incorporadoras miraram na especialização de um público premium, com maior poder aquisitivo. Apesar de os Emirados Árabes serem referência quanto à arquitetura dos arranha-céus, a inspiração para os prédios de tamanhos que destoam da realidade da maior parte dos municípios também vem da Ásia e Estados Unidos, de acordo com o sindicato de construção local. Mas Dubai é destaque nesse quesito. Com 828 metros de altura e 163 andares, o Burj Khalifa, em Dubai, é o prédio mais alto do mundo e, além de ponto turístico, é um marco da arquitetura mundial. Em segundo lugar, está o Merdeka 118, que fica em Kuala Lumpur, Malásia. Em terceiro, vem o Shanghai Tower, localizado no distrito financeiro de Pudong, em Xangai, na China. Todos eles, com mais de cem andares, inspiram os empreendimentos do litoral catarinense, cujos municípios têm optado por ampliar a verticalização diante do crescimento populacional e atratividade na rentabilidade imobiliária dos edifícios, visto que a cidade possui o metro quadrado mais caro para compra de imóveis de todo o país. Em Balneário Camboriú, as atenções estão voltadas para o One Tower, que é o maior edifício da América do Sul, e ainda o maior prédio residencial da América Latina. A estrutura conta com 290 metros de altura e vista para o mar, além de ser um dos investimentos da família Aveiro, do craque Cristiano Ronaldo. A comparação vai ser ainda maior em breve com o Triumph Tower, que deve passar de 540 metros de altura. A expectativa da FG Empreendimentos, responsável tanto pelo One Tower quanto pelo Triumph, é de que a novidade supere o maior edifício residencial do mundo, o Central Park Tower, localizado em Nova York, que possui 470 metros de altura. Além disso, o arranha-céu deve conquistar o título de segundo maior prédio das Américas, atrás somente do One World Trade Center, que também está localizado em NY. Aproximação com os Emirados Empresários e representantes do setor público realizam visitas técnicas nos Emirados Árabes, Ásia e Estados Unidos em busca das melhores tecnologias para desenvolver edifícios de grandes alturas, com estratégias de engenharia, design e novos produtos, para proporcionar lançamentos exclusivos e garantir o desenvolvimento do mercado de construção local. As atrações turísticas e arquitetônicas de Balneário Camboriú vêm sendo apresentadas pela prefeitura em eventos internacionais nos Emirados Árabes Unidos e a parceria vem crescendo, tanto que o show de drones proporcionado durante o Réveillon teve como origem o governo de Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos. A parceria contemplou a estrutura técnica para a realização do espetáculo de drones. Saiba mais sobre Balneário Camboriú no canal BC É + VERÃO

FONTE: https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/especial-publicitario/bc-e-mais-verao/bc-e-mais-verao/noticia/2024/03/04/dubai-brasileira-por-que-balneario-camboriu-ganhou-o-apelido.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Anunciantes